Leia mais: http://www.mundodarkness.com/2010/07/codigos-bloquear-conteudo-no-blog.html#ixzz0xHGCB0DY
"Analisa bem quem é teu amigo, porque se o consideras como tal e ele não o for, pode muito bem ser o teu principal inimigo"

Anónimo
_____________________________________________

Para 2010

Mais um ano a ir embora, um ano onde o carinho e a amizade estiveram sempre presentes. E agora, o que podemos desejar para o próximo ano?


Que as verdadeiras amizades continuem eternas e tenham sempre aquele espaço especial em nossos corações; que as lágrimas, mesmo que poucas, sejam compartilhadas; que as alegrias estejam sempre presentes e sejam comemoradas por todos.


Que a inocência das nossas crianças e a sabedoria dos nossos velhos, sejam pelo menos respeitadas; que o carinho esteja presente num simples Olá, ou em qualquer outra frase, mesmo que dita brevemente.

Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades, novos amores e novas conquistas; que os sentimentos pequenos sejam banidos de vez das nossas vidas; que aquele que necessite de ajuda encontre em nós, sempre, o conforto e a palavra amiga.

Que a verdade sempre esteja acima de tudo, que o perdão e a compreensão superem as mágoas e as desavenças, que tudo o que sonhamos seja transformado em realidade.

Que o amor pelo próximo seja a nossa meta absoluta e que a nossa longa jornada nos próximos 365 dias seja repleta de optimismo e esperança, força de vontade e poder realizar.



E que 2010 seja, para ti, estrondoso em todos os aspectos...

Prenda de Natal

A minha prenda de Natal. Quem se oferece para me presentear com esta maravilha??


Natal

Um Feliz Natal a todos e um 2010 cheio de coisas boas...


Crime

Despejar o lixo é tarefa comum ao mais comum dos mortais; hoje, a minha alma arrepiou-se. Ao fundo da minha rua, existem 3 contentores grandes, daqueles esverdeados de plástico, que em nada devem à moda. Do interior de um deles, vinha um som abafado, arrepiante mesmo e, ao levantar a tampa, apercebi-me de dois cães recém-nascidos já mortos.
Ainda envoltos naquela película (a minha amiga Maria Paula que me corrija se estiver errado), que devia ser a placenta, completamente molhados, estavam 2 cães pretos, já mortos, com cerca de 15 centímetros. O som de aflição do pobre desgraçado vinha do fundo do contentor que já estava cheio e meio a transbordar.
A 16 dias do Natal, como é que o ser humano se transforma neste tipo de monstro e é capaz de cometer tamanha atrocidade. Pior do que isso, como é que é possível eu ter este tipo de vizinhança e nunca me ter apercebido do semelhante? E mais bem pior do que isso, é saber que este monstro que vive na mesma rua que eu (ou nas ruas paralelas), amanhã de manhã sai de casa para ir trabalhar, como se nada do que aqui conto tivesse, realmente, acontecido?
Estou doente com esta história; o fim das minhas férias merecia algo bem mais agradável de contar.

Mau tempo

Chuva, chuva, frio e mais chuva.
Este tempo está mesmo medonho e não apetece sair da cama...

Sida



É sempre bom relembrar.

Adoptar um lobo

É uma óptima sugestão para o Natal que se aproxima...


Para rir

Porque achei engraçada, partilho aqui esta mini-história com todos; a culpa foi da Ana, que me enviou por e-mail.
_____________________
Um homem entra num hipermercado e percorre todos os corredores de uma ponta a outra. A empregada repara nele e pergunta-lhe se precisa de ajuda.
Ele responde que está à procura de uma caixa de tampões para a esposa e ela direcciona-o para o corredor correcto.
Uns minutos mais tarde, ele deposita no balcão um ENORME saco de algodão e um rolo de cordel.
Ela, confusa diz:
'Senhor, eu pensei que estava à procura de tampões para a sua mulher?'
Ele responde: 'Sabe, isto é assim..., ontem, eu mandei a minha mulher comprar-me um maço de cigarros, e ela voltou com um pacote de tabaco de enrolar, só porque era MMMUUUUIIIIITTTOOO mais barato! Então, eu pensei: Se eu tive que fazer o meu cigarro... ela também.'

Linda

É a música do momento.





Acho maravilhosa esta música e, parafraseando o que alguém escreveu no YouTube: "Putain de Chanson..."
Mas, mesmo assim, não consigo deixar de ouvir o CD do projecto "Amália Hoje"; são divinais todas as faixas.

Insónia

Já passa das 2 da manhã e eu não consigo dormir. Lá fora está a chover e na televisão, a mesma porcaria de sempre. Não consigo dormir, não me apetece continuar a escrever o livro que há dois anos não me sai da cabeça.
Falta-me inspiração, falta-me tempo, falta-me disposição.
Quem sabe se, depois do Natal ou quando acabar de remodelar a minha sala, a vontade não volta e vejo, finalmente, a minha obra acabada. É uma linda história; uma história de amor, como tantas que por aí há e que têm os seus altos e baixos.
Mas enquanto o sono não me procura, aqui estou eu, a escrever o que me vai na alma. Já decidimos a cor a usar e o papel de parede a colocar: caríssimo!! Nunca pensei que um simples rolo de papel pudesse custar tanto dinheiro, mas acho que vai valer a pena.
A disposição dos móveis já está decidida e o resultado final vai ficar bonito. Aja também vontade de arregaçar as mangas e deitar mãos à obra que tudo se resolve em menos de nada.
Enquanto o sono não chega, que hei-de eu fazer senão pensar? Daqui a pouco vou ter que me levantar para mais um dia de trabalho... o inferno do trânsito e do pára-arranca; os mal dispostos e os mal educados com quem vou ter que lidar com um sorriso de orelha a orelha.
Credo!!
E enquanto o sono não se acerca de mim, vou tentando pensar em outras coisas; a boa notícia que a minha tia Mindinha me deu; as más que ainda persistem ao redor da minha tia Teresa (para mim, Teresinha); esta tosse que já dá cabo de mim (é mais pelos cigarros do que pela gripe); a provável vinda do Rafael neste Natal...
Será que é de tanto pensar que o sono bate a outras portas e não à nossa? Já pensei em tomar um Xanax, mas certamente que não iria acordar ao som do estridente despertador quando faltarem 15 minutos para as 8, mas acreditem que a tentação é grande... Já pensei em ir forrar o estômago com qualquer coisa, mas por agora acendo mais um cigarro.
Amanhã logo se verá e por agora vou mesmo para a cama. Vou passar ainda pela cozinha, antes de dar mais umas voltas na cama e pensar um pouco mais.
Mas pensar em quê?
Ah, já sei...
Sonhos felizes para todos, porque amanhã é outro dia!!

O mais sincero beijo

Recebi da minha amiga Márcia, a quem agradeço.
Esta foto mostra uma cadela Dobermann lambendo um bombeiro exausto.   
Ele tinha acabado de salvá-la de um incêndio em sua casa, resgatando-a e levando-a para o relvado da frente. Depois, tinha continuado a combater o incêndio.
Ela estava prenha. 

O bombeiro teve medo dela no início, pois nunca antes ele tinha resgatado um Dobermann. Quando finalmente o fogo foi extinto, o bombeiro sentou-se na relva para recuperar o fôlego e descansar.
Um fotógrafo do jornal 'The Observer' notou a Dobermann olhando para o bombeiro. Ele a viu andar na direcção dele e perguntou o que a cadela iria fazer. Enquanto o fotógrafo levantava a máquina, ela se aproximou do bombeiro que tinha salvo a sua vida e as dos seus filhotes e beijou-o...






Moral da história: "Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da Criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar o seu semelhante."

Saudade

Desde que me tenho por gente, que sinto em mim o gosto pela literatura. Adoro ler e escrever, revolto-me com os atropelos gramaticais que grassam por esse Portugal fora e sou incapaz de tratar mal a nossa língua.
Quem sabe, esse gosto não o adquiri pela mão da minha tia preferida: chama-se Almerinda Pinto, Mindinha, como carinhosamente sempre a tratámos.
Nos idos anos 80 do século que não deixou saudades, eis que ela editou, com a ajuda de um amigo que o dactilografou, o seu primeiro livro de poesia.



Na altura do lançamento, "Realidade" custava a módica quantia de 250$00, acrescido de 50$00 para despesas de envio.
Não me quero aqui pronunciar sobre o valor exorbitante que os livros, nos dias de hoje, já atingiram, mas sim, o alcance de um sonho, inatingível para muitos.
Com muito esforço, a minha tia Mindinha, acabou por trazer ao de cima esta sua vontade em se afirmar e em partilhar com outros os seus mais pequenos segredos. Tudo isto lhe saiu do bolso, dado que não teve ajudas de ninguém, nem tão pouco uma editora que publicasse este seu livro.
Com simples textos que retratavam a sua dor, a sua mágoa, enfim, a sua "Realidade", este é um livro que sempre esteve presente na minha biblioteca pessoal.
Há cerca de três anos, fui dar com uma caixa amarelada, em casa do meu avô, contendo alguns exemplares. Uns mais amarelos do que outros, porque o tempo e o pó não perdoaram, trouxe-os comigo. Hoje, tenho ainda 15 exemplares e a minha maior glória é ter oferecido um exemplar a duas amigas no Natal passado. Este ano, vou oferecer mais dois neste Natal que se aproxima.
O livro começa com o seguinte poema:


Saudade


Saudade!
Saudade palavra triste,
Triste se apoderou de mim...
Desde o momento que partiste,
Os dias não têm fim.


Como poderia sonhar,
Sonhar antes de partir.
Que tão longe ia estar,
E tanto tempo sem sair.


Os dias conto sem parar
Até ao dia que vou voltar.
Esse dia tanto demora,
E eu não suporto mais uma hora.


Só te queria abraçar!
Abraçar-te para sempre
E baixinho suspirar:
Mãe, tu és minha, para sempre.


Para a mais querida e adorada tia do mundo, um beijinho enorme deste teu sobrinho mais velho!!

Limpar Portugal

O Movimento Limpar Portugal é um movimento cívico cujo objectivo é promover a educação ambiental por intermédio da iniciativa de limpar a floresta portuguesa no próximo dia 20 de Março de 2010.
Recebi o convite por e-mail através de um amigo e já aderi a este movimento.
Vamos todos limpar as nossas florestas e o nosso país! Para isso basta clicarem aqui ou aceder ao gadget na barra lateral direita.

Ruivos na Net

Para quem ainda não conhece o novo anúncio da Vodafone, pode vê-lo aqui:


Como ruivo que sou (e não sou daqueles postiços que pinta o cabelo), fiquei contente porque alguém se lembrou de divulgar esta nossa característica capilar. Quanto ao endereço divulgado, "Ruivos na Net", confesso que a ideia não seria má de todo; depois acabavam por aparecer os loiros na net, os morenos na net,…
Pode ser que alguém tome a iniciativa.

Cara lavada

Vamos andando e vamos vendo.
O blogue hoje fica com esta cara. Amanhã altero umas coisitas e acrescento outras.
Por hoje, já estou cansado...

Já cansa...

...ouvir falar na Gripe A;
...ouvir falar na Maitê Proença;
...ver os vídeos da Maitê Proença a cuspir numa fonte de Lisboa;
...ver os vídeos da Maitê Proença a pedir desculpas aos portugueses por ter cuspido numa fonte de Lisboa;
...assistir aos enfadonhos programas de tv a seguir aos telejornais;
...ouvir amigos e afins dizerem que pagam balúrdios de telemóvel;
...ouvir amigos e afins não deslargarem a porcaria dos telemóveis, até quando estão contigo;
...ainda ver os outdoors dos políticos espalahos por tudo quanto é lugar;
...ouvir a Manuela Ferreira Leite dizer que vai fazer uma oposição responsável ao actual Governo;
...ouvir o Cavaco Silva, mesmo que não diga coisa com coisa;
...tanta coisa;
...ver o aspecto deste meu blogue; acho que está na altura de arregaçar mangas e lavar-lhe a cara;

Enfim...

4 aninhos

Parabéns Rafael...



Parece que foi ontem que vieste ao mundo e já estás um pequeno grande homem!!

Beijinhos do tamanho do mundo...

Férias

Ah, como é bom estar de férias e não fazer nenhum...

Quem quer?

Tenho aqui em casa um vaso com esta flor que está a mais.




Alguém o quer?? Quem o quiser, é favor avisar, seja por e-mail, por telefone ou outro meio de contacto...
hihihi

Mais flores do meu jardim

Aqui ficam mais algumas flores do meu jardim; de facto, a natureza sabe o que faz e elas vão brotando, lindas como só elas, no seu devido tempo. Aja sol, água e terreno fértil...

Estas campânulas, disseram-me que existem em milhentas cores, mas tenho em 3 tons de azul.


E neste azul acinzentado...


E neste mais escuro.


Estas eram as supostas rocas de fiar, mas quem mas vendeu, enganou-me bem. Estou mortinho por estar com a dita senhora para lhe dar o recado. Escusado será dizer que não lhe compro mais nada.


Seguem-se os Estatices em duas cores...


Os Lírios do rio. Não são lindos?


Esta flor não sei o nome...


Também não me recordo do nome desta. Têm a sua graça...


Toda a gente tem Hortenses; aqui no Porto, costumam chamar-lhe Granjas.


Uma Estrelícia com 3 rebentos...


Os Girassois... Gosto tanto deles... Em duas tonalidades.


Acho este aqui muito bonito!!


Seguem-se os Amarantius; começam a crescer e a crescer...


E continuam a crescer. No ano passado, a flor tinha mais de 1 metro de comprimento. Tenho nesta cor e em vermelho que ainda não abriu.


Este Amarantius mais maçudo faz um arranjos lindos de se ver.


Para o ano vou ter imensos jarros. Estes foram semeados no ano passado e para o ano vão rebentar aqui como uma loucura: brancos, cor-de-rosa e bordeaux. Divinais...


Por último, os Eucomis. Quem é que gosta muito deles, quem é?
Começam assim...


E ficam assim, todos giraços. Este é em rosa, mas tenho também em branco-esverdeado.


Está a ficar compostinho o jardim, sim senhor, ou não está??

Curandeiro de Valongo

Não dá para explicar; só mesmo vendo e ouvindo bem e depois é rir a bandeiras despregadas...
Como é possível haver pessoas assim?




Foi a Ana que me enviou por e-mail... Jinho grande para ti, miúda!!!

O que é de facto significativo?

Recebi este texto da minha amiga Isabel e gostaria de o partilhar com todos...


1. O filho que muitas vezes não limpa o quarto e fica a ver televisão, significa que...

Está em casa!


2. A desordem que tenho que limpar depois de uma festa, significa que...

Estivemos rodeados de familiares e amigos!


3. Não encontro estacionamento, significa que...

Tenho carro!


4. As queixas que escuto acerca do Governo, significam que...

Tenho liberdade de expressão!


5. O trabalho que tenho em limpar a casa, significa que...

Tenho uma casa!


6. As roupas que estão apertadas, significam que...

Tenho mais do que o suficiente para comer!


7. Os gritos das crianças, significam que...

Posso ouvir!


8. O despertador que me acorda todas as manhãs, significa que...

Estou vivo!


9. O cansaço no final do dia, significa que...

Posso trabalhar!


Quando pensares que a vida te corre mal... lê outra vez este texto!!!

Flores do meu jardim

Dizem que as flores são o elo de ligação do Céu com a Terra; se é verdade ou não, eu não sei, mas hoje apetece-me mostrar-vos algumas (poucas) das flores que eu tenho no meu jardim.
Comecemos pela mais esquisita delas todas; não sei como se chama, até porque me foi oferecida e quem ma deu, disse que se chamava "tromba de elefante".


Se é ou não, não sei; o que é certo é que, no Google, não há nada com este nome. E se não está no Google...

Tenho também os vulgares Agapantos azuis...


E Agapantos brancos; estes mais tímidos, que estão agora a começar a abrir.


Seguem-se os Statices; tenho em vários cores mas decidi mostrar estes azuis e brancos. Já estão marcados para secar, até porque quero recuperar as sementes.


O lírio-do-rio é a flor que se segue; aqui pelo Porto é considerada uma flor meia selvagem, mas que é bem bonita, lá isso é...


O dinheirão que eu dei pela flor que se segue; já não me recordo do nome, mas quando crescer, vai ficar parecida com as rocas de fiar; aquela coisa onde a branca de neve se picou e adormeceu à espera do beijo do príncipe encantado...


A seguir vêm os jarros; não os tradicionais jarros brancos (que também os tenho), mas estes pequeninos e perfeitinhos (vejam o preços nas floristas...)

Com o interior preto...


Fazem as delícias do meu jardim... Tenho também em amarelo e cor-de-rosa.

A singela orquídea, que fica bem em qualquer jardim que se preze...



Tenho em imensas cores.

As rosas...



... com direito a abelhinha e tudo.

E mais outra rosa.



A flor do arroz... fica óptima em arranjos.


E mais uma rosa, desta vez branca-esverdeada, cobiçada pela minha mãe e pelas minhas tias!!



A prótea (que eu sei bem quem quer uma, mas não vai ser igual a esta)...

E para acabar a ronda, que isto já vai longo, a estrelícia. Digam lá que não parece de estufa...



Quem se quiser voluntariar para ajudar a tratar do jardim, é favor chegar-se à frente, que há trabalho para todos!!!

Saudades

A passada sexta-feira foi um dia triste para mim... Depois de ter estado um dia inteiro em trabalho de parto, a minha menina Cruela partiu em direcção a outro mundo, a outra luz.



Foi uma cadela que eu sempre gostei e que veio substituir no meu coração a Camila, irmã do Óscar, morta atropelada por uma motorizada, há quase sete anos.

A Cruela nunca foi dada a limpezas, confesso, nem a ser nada limpa. Guardo com amor esta fotografia, numa pose que ela gostava e se sentia confortável: singela e como só ela, deitada em cima dos meus pés. De nada adiantava ralhar ou afastar os pés; ela acabava sempre por se deitar em cima de um deles, ou melhor ainda, dos dois.

Ladrava como só ela sabia e era a primeira a dar sinal de visitas ou de gatos no jardim. Quantas vezes, já deitado, tive que me levantar para a mandar calar...

Quando a fui encontrar, já morta, ainda tinha ao seu lado um cãozinho vivo. A sempre disponível avó Diana cuidou dele por 24 horas e gerou leite para o amamentar, mas o pobre coitado também se despediu deste mundo.

Resta-me agora o consolo de brincar com os restantes cinco e, quem sabe, se não vai ser agora que eu vou concretizar o meu grande desejo de ter um pastor-alemão...

Surpresa

Chego eu a casa, hoje, depois de um dia chato de trabalho, e quem encontro à minha espera?



Pois é... o "Fael". Escusado será dizer que assim que me viu, ainda eu dentro do carro, começou logo a correr em direcção a mim, com aquele sorriso lindo que só ele tem.
- Onde queres ir? - Perguntou ele.
- Cavalinho...
- Bora lá...


Tem que ser assim, com o pai a segurar a Estrela, não fosse ela espantar-se e acontecer algo de mal.
- Vamos embora?
- Não...
- Mais tarde, vimos outra vez...
- Tá bem...
- E agora? Vamos fazer o quê?
- Vamos "bincar"...


E qual não é a criança que gosta de brincar com gatos e com cães?? Desde que o bichano tenha rabo para se puxar, cá vai disto...

O pior foi a seguir...
- Rafael, vamos à praia?
- Sim.
- O tio não vai, que tá cansado...
Um berreiro tremendo. Foi a chorar, desde casa até ao carro e assim continuou.
- O tio fica aqui. Nós já vimos...

Uma prenda de anos atrasada, que eu não estava a contar. A melhor de todas as que recebi até hoje...

Tarde a chorar

Já toda a gente sabe que eu sou um sentimental e um romântico (há quem me chame lamechas).
O que muitos (ainda) não sabiam é que eu choro quando me emociono com um filme mais ou menos dramático; desde a singela lágrima no canto do olho, até áquelas lágrimas que caem e inundam a cara toda, deixando os olhos inchados, como se estivesse a chorar de dor.

Serve esta minha introdução para dizer que passei a tarde deste domingo a chorar como uma Madalena arrependida a ver este filme:



O filme realizado por Frank Marshall e produzido pela Disney, já tem três anos, mas só tive o prazer de o ver este domingo, na SIC. Trata-se de um emocionante e comovente filme de acção e aventura, sobre a lealdade e a amizade de um guia, Jerry, brilhantemente interpretado por Paul Walker, que se vê obrigado a deixar para trás os seus oito cães de trenó (Buck, Dewey, Max, Maya, Old Jack, Shadow, Shortie e Truman), para sobreviver ao mais terrivel Inverno do planeta.

Como amante que é dos seus cães, Jerry não descansa enquanto não regressa à Antárctida para resgatar os seus amigos, 175 dias depois de os ter lá deixado. Baseada em factos verídicos, esta história comove qualquer um, principalmente nas cenas em que dois dos cães morrem e, principalmente, no reencontro dos restantes seis com o seu dono e amigo.

Até sábado passado, o filme que mais lágrimas me fez brotar foi "A Cor Púrpura"; este domingo bati o recorde; chorei, chorei, chorei até ficar com os olhos doridos e mais chorei no fim quando Jerry carregou nos seus braços a sua cadela preferida, Maya, que ele julgava estar morta.

A quem ainda não viu, aconselho vivamente e claro que este filme vai direitinho para a minha lista Top 10 dos melhores filmes. Como dizia Milan Kundera, “Os cães são o nosso elo com o Paraíso. Eles não conhecem a maldade, a inveja ou o descontentamento. Sentar-se com um cão ao pé de uma colina numa linda tarde, é voltar ao Éden onde se fica sem fazer nada e isso não era tédio. Era paz.

Eurovisão da Canção 2009 - Parte II

Depois de um escandaloso 15º lugar, só me apraz dizer: Nós merecemos.

Amanhã, se estiver com melhor disposição, virei aqui postar umas coisinhas.

Eurovisão 2009

Por incrível que possa parecer, a música que este ano representa o nosso país foi qualificada para a final do próximo sábado da Eurovisão da Canção ,que este ano é organizada pela Rússia.
Assim, vamos poder, no próximo sábado, assistir a nova interpretação de "Todas as Ruas do Amor", da autoria de Pedro Marques, naquele que é o maior palco construído para este tipo de festival.

Já aqui o tinha dito e repito: este género de música (entenda-se, a nossa), não vai longe na Eurovisão, mas ouvindo todas as músicas a concurso, a tónica dominante é a de haver poucos géneros musicais e, cada vez mais, apostar-se no espectáculo, na imagem de palco e em coreografia arrojadas, do que nas músicas que se apresentam ou mesmo nas respectivas letras.
A beleza que o Eurofestival da Canção tinha, era a de que cada país interpretasse as respectivas músicas na sua própria língua; agora, cada um pode cantar na língua que quer e bem lhe apetece e, assim sendo, a maior parte do que se assiste, é músicas em inglês, inglês e inglês. Independentemente destas "modernices", o que é certo é que a Eurovisão ainda consegue ser daqueles acontecimentos que prende muita gente ao sofá; eu por mim falo.

Por isso, no próximo sábado, faça chuva ou faça sol, eu lá estarei, de telemóvel desligado e completamente apagado para o mundo, sintonizado na RTP e no site oficial. E não adianta barafustar nem me contrariar: para mim, a hora da Eurovisão é sagrada e não faço nada de nada... incluindo o jantar; só depois de conhecer o vencedor (que espero seja Portugal), é que vou encarar os tachos e panelas. E ainda assim, vou pensar sobre o assunto.

Que vença a melhor música; que vença Portugal (apesar de achar que a música não vai lá, vou torcer pelo nosso país)...

On line

Visitantes

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Vieram cá parar...

Blog protegido anti-cópia

Protected by Copyscape plagiarism checker - duplicate content and unique article detection software.

Direitos de Autor

Estão proibidas quaisquer cópias e/ou utilização de texto e imagens sem prévia autorização do Autor. Para o contactar, utilize, por favor, o respectivo formulário, disponível neste sítio.
Ocorreu um erro neste dispositivo

Top Comentários

Pensamento

Ninguém é pobre, senão de Espírito...

  ©Template by Dicas Blogger. Modificada e adaptada por Joel Pinto

TOPO